Buscar
  • Ricardo Zanon

Vendas dos shoppings Almeida Junior têm forte crescimento sobre período pré-pandemia



O ano de 2021 foi de crescimento para os seis shoppings do grupo Almeida Junior. Em comparação a 2020, as vendas aumentaram 33,8%. As vendas dos últimos três meses de 2021 registraram recorde trimestral histórico da companhia, com alta de 24,0% sobre o mesmo período de 2020 e de 11,9% sobre 2019. "Esse crescimento é muito importante por registrar a excepcional performance dos nossos shoppings em relação ao período pré-pandemia. O setor, de forma geral, espera essa recuperação em 2022, mas nós estamos um ano adiantados, o que comprova também a dominância dos nossos ativos e assertividade na estratégia de crescimento focado em Santa Catarina, a Suíça do Sul, com 71% de market share no setor”, explica o fundador e CEO da Almeida Junior, Jaimes Almeida Junior.

A Almeida Junior mais uma vez apresenta crescimento significativo também nas principais métricas do setor, operando inclusive em níveis melhores do que o mesmo período pré-pandemia. O SSR (Same Store Rent, aluguel sobre as mesmas lojas) apresentou um crescimento em 2021 de 21,9%, quando comparado a 2019. Em comparação com 2020, houve um aumento de 33,2%. O desempenho positivo dos aluguéis é fruto de fatores como aceleração do IGPM no período, diminuição substancial sobre descontos concedidos e melhor qualificação do mix. O CEO ressalta que, mesmo com o repasse do reajuste, os shopping centers da Almeida Junior têm o menor custo de ocupação para os lojistas entre as companhias de capital aberto, encerrando em 10,2% em 2021. Já o SSS (Same Store Sales, vendas sobre as mesmas lojas) cresceu 29,9% em 2021 em comparação com 2020. A Almeida Junior terminou o ano de 2021 com 94,5% de taxa de ocupação com um tenant mix de qualidade superior ao período pré-pandemia.

Os bons resultados foram registrados em todas as seis unidades do grupo, que trouxeram novidades no mix de suas operações ao longo do ano. "Esses movimentos provam o diferencial dos empreendimentos, bem como desde o segundo trimestre de 2021, observamos um crescimento material no fluxo e nas vendas dos lojistas. A Almeida Junior demonstrou durante a pandemia enorme resiliência com seus resultados financeiros o que nos leva a um sentimento extremamente positivo para 2022 e com o futuro da companhia", acrescenta Jaimes Almeida Junior.

A Almeida Junior possui 225 mil metros quadrados de ABL (Área Bruta Locável) e tem como estratégia de crescimento “brownfield” expansões junto a seus seis shopping centers, com potencial de aumentar sua ABL atual para 273 mil metros quadrados e elevar ainda mais seu market share em Santa Catarina. O Balneário Shopping, em Balneário Camboriú, está com 100% de taxa de ocupação e já possui o alvará de sua expansão emitido para atingir 58 mil metros quadrados de ABL. O Neumarkt Shopping em Blumenau, com 99% de ocupação, também está com o projeto de expansão concluído e os demais quatro shoppings serão expandidos em sequência.

Em novembro de 2021 o grupo obteve o registro de companhia aberta junto à CVM (Comissão de Valores Imobiliários), um marco importante para a Almeida Junior. “Estamos confiantes e sem pressa, observando o mercado, analisando oportunidades e aguardando o melhor momento para fazermos o nosso IPO'', afirma o CEO.