top of page
Buscar
  • Foto do escritorRicardo Zanon

Conferência reúne vereadores mirins da AMFRI na Câmara de BC


Cerca de 70 jovens estiveram na Câmara de Balneário Camboriú nesta quinta-feira (06/07), para a 1ª Conferência Regional de Vereadores Mirins da AMFRI (Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí Açu).


Organizado pela Escola do Legislativo Deputado Lício Mauro da Silveira, da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), o evento reuniu participantes das Câmaras Mirins de BC, Balneário Piçarras, Itajaí, Itapema, Navegantes e Penha (os demais Legislativos da região ainda não têm Câmaras Mirins).


A abertura do evento contou com as falas da presidente da Escola do Legislativo da Alesc, ex-deputada Marlene Fengler, do presidente da Escola do Legislativo Félix Eugênio Reichert, de Balneário Camboriú, vereador Eduardo Zanatta (PT), e da presidente da Câmara Mirim de Balneário Camboriú, Mariana da Conceição.


“É uma alegria para a Assembleia Legislativa poder promover essa integração dos vereadores mirins da AMFRI para discutir temas que são importantes para a vida deles e da sociedade, e para eles aprenderem mais sobre o papel dos legisladores”, afirmou Marlene Fengler em entrevista à TV e Rádio Câmara BC.


Atividades


As atividades começaram às 8h com uma palestra sobre como prevenir a dependência tecnológica, ministrada por Roseane Mendes Bernartt, doutoranda em Educação e integrante do Instituto de Tecnologia e Dignidade Humana.


Em seguida, a direção da Câmara Mirim de Balneário Camboriú realizou uma dinâmica, e depois foram feitas oficinas de discussão que trataram de questões como a garantia de direitos para crianças e adolescentes, o incentivo à participação política, e como consolidar as câmaras mirins nos legislativos municipais.


À tarde, houve a devolutiva sobre as oficinas de discussão, nova dinâmica realizada pela Câmara anfitriã, e uma palestra sobre o Artigo 5º da Constituição Federal (que trata dos direitos sociais e individuais), ministrada por Pedro Cabral Filho, doutor em História e Historiografia da Educação e professor aposentado da rede municipal de ensino de Florianópolis.


Patrícia da Silva, diretora do Programa Vereador Mirim do Legislativo de Balneário Camboriú, avalia que “foi um dia muito produtivo, os vereadores mirins puderam se aprofundar mais em questões como a função do legislador, o envolvimento do jovem na política e o uso consciente da tecnologia, além de se encontrarem com colegas de toda a região e trocarem opiniões. E foi muito gratificante para nós sermos os anfitriões do evento”.


Para Mariana da Conceição, presidente da Câmara Mirim local, “foi um dia de várias experiências, a gente conheceu as câmaras mirins da região que ainda não conhecíamos, tivemos as dinâmicas, bem divertidas, e também as palestras, que trouxeram muito conhecimento para a gente. Foi muito inspirador, e espero que este dia não seja esquecido por nenhum dos jovens que esteve aqui”.


Encontro estadual


De acordo com Léa Medeiros, gestora do Núcleo de Educação para Democracia da Escola do Legislativo da Alesc, será elaborada uma carta com as conclusões da conferência, que é a segunda de oito que serão realizadas neste semestre pela Assembleia Legislativa em diferentes regiões do estado (a primeira foi em Massaranduba, nesta quarta-feira, compreendendo a região do Vale do Itapocu).


Todos os eventos têm a prevenção à dependência tecnológica como um dos assuntos, e o segundo tema é escolhido por cada região. A questão da dependência tecnológica será também o tema central do Encontro Estadual de Vereadores Mirins, a ser realizado em outubro na Alesc com a participação de mais de mil jovens, e em que as oito cartas das conferências regionais serão levadas para elaboração de um documento conjunto estadual.

Comments


bottom of page