Buscar
  • Ricardo Zanon

Como falar do Coronavírus com as crianças?



Em tempos de pandemia de Covid-19, pais e filhos que estão em quarentena buscam alternativas para falar sobre o assunto, entender a gravidade da situação, os cuidados necessários para se proteger e ter entretenimento de qualidade para toda família.

Pensando nisso, a contadora de histórias infantis Cristina Hentz – mais conhecida como Tia Tina – gravou uma fábula que aborda o assunto. Intitulada “O escudo protetor contra o rei vírus”, a historinha está disponível gratuitamente no YouTube [https://www.youtube.com/watch?v=sNoa0qOacq8] e – em poucos dias -  já teve mais de 2 mil visualizações.


Com uma longa trajetória nas redes sociais YouTube e Facebook, Tia Tina já é uma grande conhecida das crianças. Seu canal lançado em 2014 tem mais de 250 histórias interpretadas sobre diferentes assuntos, ampla aprovação dos pais e filhos e 21 milhões de visualizações – tanto que ela é considerada a maior youtuber do Brasil de contação de histórias.


Os vídeos são curtos, gratuitos, priorizam conteúdo e valores morais como respeito, ética e aprendizado familiar. Às terças, quintas e sábados ela faz LIVEs às 11h em suas redes sociais: YouTube e Facebook  - Historinhas Para Acordar, e  Instagram no @tiatina_oficial.


Xô, vírus!

A alegoria apresentada por Tia Tina fala sobre o rei vírus, que possuía o desejo de atingir todo o mundo. Usando uma capa de invisibilidade ele se espalhou pelos ambientes contaminando as pessoas e os objetos e, em pouco tempo, já estava em vários países, fazendo muitos doentes e deixando adultos e crianças trancados em casa para evitar a doença.

Sem poder ir à escola e brincar com os amigos, os pequenos ficaram tristes. Os adultos também se abateram, pois não podiam ir trabalhar. Foi então que os médicos recomendaram quatro passos para se proteger do malvado vírus e criar um ‘escudo protetor’. “Mas como seria esse ‘escudo protetor’? Para saber, basta assistir a historinha”, fala Tia Tina.


Do sítio para o teatro e a internet         

Apaixonada por crianças e pelas artes, os aspectos lúdicos ganharam força na vida de Cristina ainda na infância. Nascida e criada numa colônia alemã, no interior do Paraguai, e num lugar onde só havia sítios e qualquer espiga de milho se transformava numa Barbie, ela viu o amor pelas artes despontar ainda menina.

“À noite, o pai reunia os nove filhos – além da criançada da vizinhança – para contar historinhas que remetiam aos valores de moral e ética. Mal sabia que isso teria enorme influência em minha vida”, recorda Cristina que se dedica ao trabalho de contar histórias há mais de duas décadas.

Aos 16 anos e com a chegada da energia elétrica, a televisão veio para mudar o destino da adolescente. “Decidi ser mocinha de novela”, lembra Cristina. Para realizar seu desejo, a jovem deixou os oito irmãos, 11 sobrinhos, a colônia de 500 habitantes e foi para São Paulo. Sem dinheiro e mal falando português, ela trabalhou como intérprete de alemão e espanhol para se sustentar, fazer o curso de teatro e completar os estudos.

“Assim comecei a realizar meus sonhos. Atuei em diversas peças de teatro e comerciais de TV. Quando busquei mais qualidade de vida, mudei para Florianópolis. Como queria repassar às crianças os mesmos valores que meu pai ensinava, decidi criar o canal no YouTube em 2014”, lembra.


Família e trabalho

Casada e mãe da pequena Giovanna que ainda é um bebê de colo, Cristina divide seu tempo entre as rotinas da casa, os cuidados com a filha e os novos vídeos que está gravando para seu canal no YouTube - chamado de Historinhas Para Acordar.

“O canal é uma forma de expressão, de contato com pais e filhos, no qual me realizo e onde sinto que faço a diferença na vida de milhares de crianças. Todos os temas são pensados e avaliados por inúmeros ângulos para me certificar que tem bom conteúdo; antes da realização das gravações e edições que ocorrem em Florianópolis”, finaliza.

Para acompanhar o trabalho de Cristina Hentz, a Tia Tina, nas redes sociais basta acessar o YouTube ou Facebook (Historinhas Para Acordar) ou o Instagram no @tiatina_oficial.

8 visualizações