top of page
Buscar
  • Foto do escritorRicardo Zanon

Artesanato para vender: 6 dicas para ter uma renda extra


Você aprendeu a fazer artesanato, domina uma técnica que já testou, fez alguns presentes e encomendas para conhecidos e quer transformar esse hobby em uma profissão ou em uma fonte de renda extra? A equipe da Círculo, empresa têxtil que é a maior fabricante de fios para trabalhos manuais da América Latina, preparou algumas dicas que podem ajudar a vender seu artesanato e trazer mais autonomia financeira.

  1. Escolha a sua técnica: ao invés de começar por “qual tipo de artesanato mais vende”, se questione: “qual técnica de artesanato tenho mais afinidade e facilidade para desenvolver?”. Com certeza começar por onde você já conhece ou tem uma breve noção pode ser um caminho mais fácil. Depois, você pode descobrir e se especializar em outros tipos de artesanato. Crochê, tricô, amigurumi, bordado, pintura, patchwork, biscuit, macramê, feltro. São muitas possibilidades, identifique qual delas mais se encaixa no seu perfil. Você pode dominar muito bem uma técnica ou saber um pouquinho de tipos variados de artesanato. Aí, fica a seu critério, se você vai trabalhar com grande diversidade de produtos ou se vai escolher focar em um nicho só do mercado.

  2. Divida o seu tempo: trabalhar em casa com artesanato permite flexibilidade de horário, mas estabeleça o período mais produtivo do dia para você focar no que precisa ser feito. Não confunda aquele momento em que você se senta no sofá para assistir à novela com o momento em que você vai fazer seus trabalhos manuais. Por mais que seja uma delícia crochetar vendo TV, isso não é profissional e vai levar muito mais tempo do que o previsto. Separe algumas horas do seu dia para se dedicar, com atenção, aos trabalhos que você tem que confeccionar e tenha todo o seu material à mão, organizado em um espaço em que você consiga manter o foco. Se para criar uma peça para sua casa você não tem pressa, com encomendas, as coisas são diferentes. Se você começa a viver de artesanato, tem clientes e eles esperam receber seus pedidos o mais rápido possível, sempre!

  3. Busque inspirações: isso vai te ajudar a ampliar o seu repertório e aprimorar suas técnicas. Com o App Love Círculo, disponível nos sistemas iOS e Android na versão gratuita e premium (com conteúdos exclusivos atualizados duas vezes por semana) você terá acesso a inúmeras receitas, gráficos, e-books temáticos, revistas, apostilas e conteúdos educativos exclusivos para os assinantes. Além disso, é possível acompanhar pelo aplicativo o calendário de workshops e participação em feiras do Time de Artesãos da Círculo, profissionais que percorrem o Brasil ensinando passo a passo de peças em tricô, crochê, amigurumi, bordado e macramê.

  4. Precifique seus projetos: saber o custo de cada peça executada e precificar o produto com base nisso para obter uma margem de lucro, é fundamental. Um dos principais erros de artesãos e artesãs é justamente não saber cobrar o preço justo em seus produtos. E com tantos fatores para considerar, o artesão acaba, por muitas vezes, desvalorizando o seu próprio trabalho. No App Love Círculo, o usuário encontra a ferramenta Calculadora de Precificação. Basta criar um projeto e preencher alguns campos com os dados solicitados que o app calcula o valor final que a peça deve ter. É possível desenvolver um novo cálculo a cada projeto e editar as variáveis dos já salvos, caso haja alguma mudança no processo de trabalho. Todo projeto é precificado considerando custos fixos e variáveis como materiais, fretes, embalagens, impostos e comissões. A partir das informações fornecidas, é possível também descobrir o valor do salário por hora e estimar o quanto se deseja ganhar por mês. A ideia é mostrar exatamente quanto vale o trabalho do artesão e ajudá-lo a valorizar suas peças.

  5. Planejamento é fundamental: quem trabalha com artes manuais tem que estar sempre ligado com o início ou término de estações do ano, temporadas de frio e calor, datas comemorativas, festas de final de ano e tudo mais que possa gerar oportunidades de venda. Prepare-se e divulgue suas opções com antecedência para o seu público.

  6. Esteja on-line: crie um perfil profissional para divulgar seus trabalhos nas redes sociais. Publique fotos, mostre vídeos rápidos de algumas produções, faça propaganda e cative o seu público. Interaja com sua audiência e reforce os canais de vendas para que as pessoas possam te contatar com facilidade para fazer encomendas. Peça para seus amigos te seguirem e indicarem seu perfil a outros amigos.

Sobre a Círculo

A empresa é a maior fabricante de fios para trabalhos manuais da América Latina e desenvolve produtos e acessórios para artesanato. Há 85 anos no mercado, conta com mais de 1,5 mil colaboradores ativos na empresa, exporta para mais de 45 países e é a marca com maior atuação do segmento no país. Possui mais de 700 produtos em seu mix e, através do Time de Artesãos, que soma 15 profissionais, oferece suporte na educação e profissionalização do artesanato, com workshops em todo o Brasil, além de estimular quem pratica o trabalho manual como hobby, oferecendo e-books gratuitos, aplicativo próprio e publicações especializadas em tricô, crochê, amigurumi e bordado.

Comments


bottom of page